segunda-feira

Bebê alérgico.

Quem tem um bebê alérgico em casa sabe muito bem como é difícil! Eu sei bem disso, minha filha mais nova era um bebê alérgico e tive que travar uma batalha enorme para conviver com isso. 

Cães, gatos ou outros animais, retire-os do ambiente em que vive o bebê; Na hora de limpar a casa, o bebê não deve estar presente, a poeira que sai dos móveis e do chão, ficam no ar e se espalha. 
 A alergia pode ser sazonal ou crônica, em muitos, os sintomas só aparecem no inverno. Minha filha, por exemplo, tinha (hoje adulta ainda tem) muita alergia à poeira, por isso, tive que evitar cortinas, e lavar os tapetes com muita frequência.
A decoração do quartinho deve ser baseada em poucas peças e fáceis de limpar, nada que solte pêlo ou que acumule pó. 


Bonecas de tecido podem ser lavadas e postas para secar ao sol, que também ajuda a matar os agentes causadores da alergia.


Mas, tem um outro tipo de alergia, a alimentar. Se seu bebê apresentar variações no intestino (diarreia e constipação) dores abdominais e desconforto como inchaço, fique de olho, pode ser alergia ao leite. E dessa eu posso falar pessoalmente, porque sofro com isso e foi muito difícil o médico descobrir, então se você suspeitar desses sintomas, converse com o pediatra a respeito.


Bebê feliz, é bebê saudável!



Quartos clean, com poucos itens acumulam menos poeira.

imagens da net, se for propriedade particular, é só avisar que retiro.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário!